Como identificar distúrbios alimentares

Como identificar distúrbios alimentares

Saiba como identificar e tratar os principais distúrbios alimentares; anorexia, bulimia e compulsão alimentar.

A alimentação não colabora apenas com a saúde, mas também com o bem estar. Porém pode se tornar uma obsessão quando há preocupação excessiva ou falta dela. Por isso é muito importante saber como identificar os distúrbios alimentares e tratá-los.

Os distúrbios alimentares são um conjunto de doenças, e as mais comuns são: anorexia, bulimia e compulsão alimentar.

Na maioria das vezes os distúrbios alimentares estão relacionados a saúde mental como, por exemplo, ansiedade e depressão. Portanto identificar o problema pode levar tempo, já que quem sofre não percebe essas mudanças.

“Atualmente o distúrbio alimentar é um dos maiores problemas de saúde da nossa sociedade. Isso se deve principalmente a imposição de um tipo de imagem intitulado pelas mídias sociais.”

Débora Sena, nutricionista
Como identificar distúrbios alimentares
Foto Flávio Monteiro / Modelo Jane Borges

Anorexia

A anorexia nervosa é caracterizada pela perda excessiva de peso e pela falta de percepção da magreza vista no espelho. Quem sofre com este problema tem um medo enorme de engordar e por isso vive precisando perder aqueles 5 quilinhos mesmo quando está extremamente magro. As mulheres no período da adolescência são as maiores vítimas desse distúrbio alimentar, que pode ter o gatilho com uma dieta e se tornar obsessão. Em estágios mais graves a anorexia pode levar a morte.

Bulimia

A bulimia, diferente do que muitos pensam, não tem relação só com o fato de vomitar o que comeu. Normalmente este problema traz culpa, medo e vergonha e por isso, vários métodos são utilizados para eliminar o que foi ingerido, como por exemplo o uso de laxantes, prática de exercícios intensos, longas horas em jejum e os vômitos. Quem sofre desse distúrbio alimentar pode ter os dentes prejudicados por causa do ácido provocado pelos vômitos, problemas no intestino, ossos e nos rins. O tratamento requer ajuda psicológica e pode levar algum tempo até que se quebre um ciclo e a relação com os alimentos seja transformada e saudável.


Você Sabia? 🤔

“Emagrecimento saudável e eficaz só acontece através do metabolismo basal, e para isso é necessário a presença de todos os nutrientes, inclusive a glicose.”

Débora Sena, nutricionista

Compulsão Alimentar

Na compulsão alimentar, durante os episódios de crises, a pessoa ingere alimentos em grandes quantidades e de forma muito rápida. Isso acontece porque ela precisa comer para se sentir segura ou preenchida. O aumento de peso pode ser uma característica de quem tem o problema, mas para o real diagnóstico é necessário fazer exames e passar por um especialista.

Foto Flávio Monteiro / Modelo Jane Borges

Qualquer faixa etária pode desenvolver e sofrer com distúrbios alimentares e o tratamento vai além da relação com a comida. É preciso apoio familiar, psicológico, médico e às vezes até hospitalização.

Julgar nunca ajuda quem passa por alguma dessas doenças! Informar, escutar e estar por perto pode ajudar quem enfrenta estes problemas de uma maneira mais confortável.

Existem vários sites e blogs que falam sobre como identificar distúrbios alimentares, então caso perceba que se encaixe na maioria dos sintomas, procure a ajuda de um profissional. Lembre-se que não está sozinho e que sempre há uma forma para buscar a solução.

Leia Também – Dieta anti-inflamatória para secar em uma semana

Saiba que nem sempre o que vê nas redes sociais cabe à você, acima de tudo você deve ser feliz e saudável. Viva bem com o seu corpo, porque você não precisa ser igual a ninguém! 😘

“Se você quer melhorar sua composição nutricional com saúde e de forma eficiente procure um bom nutricionista. Mude corretamente seu estilo de vida, porque assim vai obter resultados saudáveis para o resto da vida.”

Débora Sena, nutricionista

Esse post foi escrito com a colaboração da nutricionista Débora Sena.


Comentários

Leia também